Entenda como funciona o transporte de caminhões

Dirigir um caminhão já é considerada uma atividade bastante complexa, que exige força, atenção e agilidade. A responsabilidade do motorista é maior que a daqueles que dirigem carros de passeio, por exemplo.

Afinal, o veículo é maior, mais pesado e com menor campo de visão. Um veículo grande pode pegar a velocidade mais rápido, tornando-o difícil de ser controlado. Além disso, existem ruas e outros espaços que ele não pode circular devido ao seu porte, que pode causar acidentes e atolamentos.

Portanto, o transporte de caminhões é um serviço que precisa ser feito da forma mais segura possível. De preferência com empresas e profissionais especializados para esse tipo de direção e prestação de serviço.

O transporte de caminhões geralmente é realizado de três formas: por carreta-prancha, rodando/autopropulsado e por remontagem. Confira:

Por carreta prancha

Existem veículos bem maiores que os caminhões de grande porte e inclusive, são utilizados para transportar esses veículos em questão. São as chamadas carretas pranchas que, por vezes, podem suportar mais de um caminhão, como também podem transportar apenas algumas peças ou chassis.

Para elas percorrerem pelas estradas e rodovias, precisam estar devidamente sinalizadas, com a manutenção em dia e o motorista precisa ser habilitado para esse tipo de direção, que requer mais experiência e cuidado, se comparados aos motoristas de veículos comuns.

Elas tem acessórios e equipamentos próprios para acoplar os caminhões, de forma que, não se soltem e não machuquem ninguém.

Rodando ou autopropulsado

Quando o caminhão já está pronto para uso, o transporte pode ser feito nele próprio.

Assim, o motorista que o levará precisa ser qualificado e cuidadoso para dirigir aquele veículo que acabou de “sair do forno”.

Muitas vezes esse método é mais indicado por ser mais prático e também por dar a possibilidade de testar previamente a resistência do veículo. Geralmente essa é uma alternativa mais barata e aderida quando a distância de um ponto ao outro não é tão longa a ponto de comprometer a quilometragem rodada pelo veículo.

Por remontagem

Como o próprio nome já diz, o veículo é remontado quando chega ao destino final.

Desta forma, a necessidade de mecânicos para desmontar o veículo da forma correta e entregá-lo montado em perfeitas condições é primordial.

Essa alternativa é escolhida, em alguns casos, por ser mais prática e possibilitar o transporte de uma quantidade maior de cargas.

Vale lembrar que, é importante que a empresa do ramo tenha certificações do ISO9001 e autorizações para trafegar em território nacional ou internacional, se for o caso. Opte sempre por empresas comprometidas com prazos e qualificadas para transportar cargas de forma segura.

Entre em
Contato

Disponibilizamos um canal exclusivo para atendimento de nossos clientes. Veja como é fácil chegar em nossa matriz, ou se preferir utilize um outro canal de contato abaixo.